terça-feira, 21 de outubro de 2008

Um salto para a vitória

Oratória da formatura do Curso Técnico de Agentes Comunitários de Saúde


Somos constantementes desafiados pela vida. Á cada nascer do sol surge um desafio no horizonte. Batalhas duras e violentas que temos de travar para conseguirmos realizar nossos sonhos, alcançar nossas metas, conquistar nossos objetivos. E muitas vezes temos que lutar contra nós mesmos. E esse é o maior de todos os desafios. Posso ser forte, corajoso e destemido, contudo, se não acreditar em mim, em meus dons e talentos, como conseguirei ultrapassar os obstáculos que a vida coloca à minha frente?

Você conhece a história de Maurren Higa Maggi? Ela é uma atleta brasileira, sua modalidade esportiva é o salto em distância. Maurren ficou quase três anos parada por ter sido acusada de ter competido dopada em 2003. Foi suspensa por dois anos. Até hoje ela nega a acusação, mas por isso resolveu abandonar o esporte. Só que a atleta nascida na cidade de São Carlos (interior de São Paulo) só sabia saltar. “O atletismo é a única coisa que eu sei fazer na vida. Não estudei, não fiz nada, só sei ser atleta. Então, resolvi me dar mais uma chance”, explicou Maurren.

A atleta participou dos Jogos Olímpicos de Pequim e com um salto de 7,04 metros1 centímetro a mais do que a segunda colocada – ganhou a medalha de ouro. Um centímetro a mais. Um centímetro.De todos os desafios que Maurren teve que vencer o maior foi deixar a filha pequena em casa enquanto se dedicava aos treinos e enfrentava as longas viagens exigidas pelas competições. “Mãe, você já tem uma medalha, não precisa de outra, fica comigo”, suplicou a pequena Sofia. Imagine ouvir isso de sua filha sabendo que vai para a China, do outro lado do mundo. É de partir o coração de qualquer um. Todavia, quando queremos realizar um sonho muitas vezes temos que renunciar por um momento a algumas coisas ou pessoas. Como diria Shakespeare, “o mundo não irá parar para que você enxugue suas lágrimas”. Maurren sabia disso. Deixou Sofia, foi à China, ao outro lado do mundo e subiu no lugar mais alto do pódio. O que você acha: valeu à pena ou não passar por esse sofrimento?

Essa lição serve para você. Quando o mundo inteiro não acreditar em ti, achar que teus sonhos são bobagens, mera utopia, tenha certeza que alguém lá em cima acredita em você. Ele investiu em você. Olhe o mundo à sua volta e tenha essa certeza. Veja o Solo Sagrado e saiba disso. Deus poderia ter feito o mundo todo cinza. Nós nem perceberíamos a diferença. Só que Ele, em sua perfeição, fez o mundo todo colorido como uma obra de arte para você.

Sueli, Izilda e todos que acreditaram em nós agentes comunitários de saúde, a confiança em nós depositada será recompensada. Podemos não ganhar uma medalha de ouro, subirmos no lugar mais alto do pódio ou sermos os melhores do mundo, mas graças à vocês já nos tornamos humanos melhores. E você, agente comunitário de saúde, acredite em você, nos teus sonhos, nos teus ideais, ouse, arrisque, não tenha medo do novo, voe, porque você não é apenas o Pedro, a Maria ou o Fernando, você é mais, muito mais do que um vencedor! Obrigado.

5 comentários:

Pensamento aqui é Documento disse...

Que declaração linda, Fê!

Adorei!

Rs.

Beijos,

Naty

NandoG3 disse...

Que bom que gostou, Naty.
Beijos.

Dayse Oliveira disse...

Oi Fê!!
Adorei o texto (pra variar)... rs
Que Deus preserve seus pensamentos para que você nunca desista... adoro vc!

Amigas Perólas disse...

Oi! Amigo
E muito maravilhoso da sua parte dar essa força aos nossos tantos amigos ACS...que tanto precisam de apoio e de uma palavra amiga...Por que cuidar de outras pessoas é um aprendizado...é ser reconhecido é necessário.
bjus

Nando Jesus disse...

Obrigado pelo comentário.
É preciso cuidarmos do cuidador mesmo.
Beijo.